Notícias

Coronavírus derrubando shows. E agora?

A preocupação é real. A evolução do coronavírus (COVID-19) para o estágio de Pandemia já impacta o mundo em diversos aspectos tais como econômico, de saúde e na indústria do entretenimento.

Durante anos nosso mercado (de trabalho) sofreu muitas transformações, umas que causaram a queda da vendagem dos CDs e DVD, e outras como a chegada do Streaming que ainda hoje falha em garantir uma receita decente para os artistas que não são “superstars”. Nesse contexto os shows e eventos tem sido o maior responsável pelo sustento da profissão e da classe.

Mas meu ponto é o seguinte: quando chegaram as transformações de comportamento de consumo de mídia física para mídia digital, nós pelo menos tivemos tempo para nos adaptarmos a essas transformações. Mas agora cara… agora a cena musical sofre com algo que não é uma transformação, a gente sofre com algo que nos impede de exercer a nossa profissão, de ganhar dinheiro para pagar as contas e para sustentar até mesmo nossas famílias.

Shows vem sendo cancelados, festivais estão sendo adiados, eventos estão sendo proibidos de acontecer. Por mais que a razão seja compreensível, afinal precisamos preservar nossa saúde e nossas vidas, como fica a situação de quem depende disso pra viver?
Não importa o tamanho da banda, o tamanho do show, o tamanho do evento ou o tamanho  do festival, hoje tudo está desmoronando por completo e todos estão tendo prejuízos incalculáveis por conta do Coronavírus.

Com esse cenário vem a pergunta: O QUE FAZER?

O Augusto Vieira, sócio-proprietário da Roadie Store, gravou uma mensagem para os clientes, amigos, roadies, produtores, músicos e para profissionais da área em geral muito bacana e que eu recomendo que você assista.

Não há muito o que fazer, mas ainda há o que fazer.

Você pode começar compartilhando com todo mundo o seguinte:

Se você tem ingressos para shows que foram adiados, por favor, não solicite o reembolso.
Guarde seu ingresso com carinho e compareça na nova data.

Além de ajudar o artista que você gosta, também apóia milhares de profissionais que já enfrentam severas dificuldades para sobreviver da cultura, da música e do entretenimento no Brasil.

Você também pode compartilhar o seguinte:

Um mês difícil pode “quebrar” um negócio. Por isso, contribua pedindo comida de pequenas lanchonetes, compre do Petshop da esquina e não das grandes redes. Vá a mercearia perto da sua casa, contribua com o pequeno empreendedor.

Grandes empresas sobreviverão. MacDonalds vai sobreviver, Carrefour vai sobreviver, Burger King também vai sobreviver. Ajude aquelas empresas que realmente precisam da sua colaboração para continuar existindo.

Ajude a continuar alimentando sonhos e dias de muita luta e trabalho. Ajude o Independente, compre do “Pequeno”, incentive mesmo em tempos difíceis para todos nós.

É possível que o Governo Federal vá dar algum suporte ou solução para profissionais que sejam MEI (Micro Empreendedor Individual), esperamos que isso seja resolvido rápido pois nossa classe depende do cachê de um show como renda.

Nós estamos vivendo uma fase em que todos teremos que descobrir como se adaptar, nosso papel aqui na Roadie é buscar trazer soluções que possam ajudar e nós realmente estamos empenhados em buscar respostas que hoje não temos. Mas saiba que estamos juntos.

Sinceramente, nesse momento nós não nos preocupamos apenas se a fita crepe vai vender, se as maleta plásticas vão ser compradas, se receberemos pedidos de ferramentas, de fitas adesivas, de acessórios musicais, de insumos ou seja lá o produto que tenhamos em nosso site. Acima de tudo precisamos proteger nossa saúde, proteger quem está no grupo de risco, precisamos seguir as recomendações de ficar em casa, de lavar sempre as mãos com água e sabão e de evitar aglomerações.

No aspecto financeiro, algo importante que o Augusto Vieira comentou com a gente nos grupos de whatsapp é que um Curso de Finanças para Roadies está sendo desenvolvido e será disponibilizado em breve.
Por já ter sido roadie, saber das dificuldades e por ter conseguido vencer é que o Augusto se preocupou com a galera e pensou numa forma de ajudar a graxa a ter uma saída para enfrentar tempos de crise.

O mais importante é que a classe se mantenha unida porque os shows vão voltar, a vida vai voltar ao normal, o sonhos não acabaram e temos certeza de que nós vamos superar isso e voltar mais fortalecidos.  

Contem com a Roadie Store, galera.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: